segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Tenhamos largura nos sorrisos e tempo para amar.

Tenhamos largura nos sorrisos e tempo para amar. Tenhamos paciência para as coisas demoradas e demorar em deleitar as coisas amadas. Tenhamos recomeços que nos tragam novo fôlego e muito pôr do sol para acalmar nossa pressa. Que possamos ganhar tempo com o que nos interessa ao invés de gastá-lo com o que não nos importa. Que saibamos distinguir o essencial do descartável, do supérfluo. Que a gente perca toda timidez de amar e declarar sempre que preciso (e mesmo quando não houver precisão). Que aprendamos a agir com consciência, mas nunca deixemos de andar nos rumos do nosso coração.

domingo, 11 de novembro de 2018

Viver é ter chance de acreditar que a cada dia podemos fazer mais do que imaginamos. É ter sonhos e esperanças, nos garantindo na fé, a nossa inspiração maior.


Você não escolhe sofrer, mas pode decidir o quanto cultivar isso dentro de você.


Você não escolhe sofrer, mas pode decidir o quanto cultivar isso dentro de você. Jogue fora aquilo que te fere! #Como? Tire a importância, não fale, evite os pensamentos. Tente uma nova atividade. Permita-se conhecer as pessoas ao seu redor. Proponha-se a fazer o que nunca pensou ser capaz. Olhe para a frente! Logo, você vai se pegar com o coração mais leve e a certeza que pode transformar toda a dor em bem.
#FeitodeFé...

Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais. #Jeremias 29,11.


O mundo precisa de menos gente discutindo religião e mais pessoas espalhando amor. É muito especialista em jardim pra pouco jardineiro.